Artistas do brasil - Artistas do Brasil
SM
Levar a transformação através das cores!

Henrique duran

Arte feita no digital
Geométrico ornamental
Composta com as 7 cores do arco-íris, multicolorida
Levando a transformação através das cores

Bruna de Freitas Moreira

A coruja é um trabalho que fala sobre regionalidade, sensibilidade e natureza. Foi idealizado para ilustrar o presente que é encontrar uma coruja na paisagem da cidade, uma forma de agradecer à natureza que temos.

Esta é uma colagem que mistura litografia e fotografia, 2 processos de reprodução de imagem. A proposta desta colagem é mostrar a resistência indígena, mesmo na adversidade e sua importância histórica.

Vanessa Guida

Trabalho desenvolvido em 2021. Fragmentos de imagens sobrepostas a partir de uma litografia (2014) e fotografia (2020) criando a poética que aborda questões como visibilidade, memória, presença e ausência e territorialidade, cujo protagonismo é direcionado aos povos originários do Brasil, em específico, a etnia Ianomami. Uma mulher posa sentada, e vestida como uma “mulher branca” ao lado de uma criança ainda despida do colonialismo. Ela encara o expectador enquanto a criança surge distraída, alheia. Ao fundo uma paisagem fotográfica representa a montagem, colagem e a desterritorialização destas pessoas dos seus lugares nativos.

Renê Mendes

A vibrante arte carioca de Renê Mendes ilustra a alegria da cidade maravilhosa.

MAGNO MÁRCIO ALEXANDRE SILVA

Eu-máquina é um trabalho sobre o cotidiano repetitivo do homem. É a incessante relação do homem com seu meio material, suas buscas materiais, seu trabalho, sua casa, seu emprego, sua rotina petrificante, ou melhor, ‘maquinificadora’; é o império da máquina que subtrai o homem. Colagem sobre papel de raio X.

Bruna

Pintura em aquarela, representando as pirâmides do Egito, com uma galáxia ao fundo.

Rafael Carvalho

Versão do retrato da santa católica com elementos do mar, busca uma abordagem sincrética da religiosidade brasileira.

Técnica: aerografia sobre papel 70×60 cm

Egnaldo Correa santos

Arte feita para exposição em evento internacional de graffiti na cidade de Macaé-RJ

Andrea Laybauer

Macrofotografia capturada em alta velocidade de gotas de água em movimento. São esculturas líquidas que duram apenas uma fração de segundo e, por isso, não são vistas pelo olho humano. Revelam detalhes de um mundo escondido que nos cerca. As imagens não tem nenhum tipo de pós produção.

Diego Conceição da silva

O objetivo é ter a natureza como um foco importante e concientizar sobre o meio ambiente atraves da arte.

ADELAIDE SAMPAIO

FOTO DO QUADRO DE ADELAIDE SAMPAIO(DELI SAMPAIO) foto numero 09  denominada COPOS

DIMENSÃO ORIGINAL 63 cm x 32 cm) técnica PINTURA A ÓLEO SOBRE EUCATEX

Karymy Gonçalves

Resiliência é palavra de força, significa adaptar-se a mudanças, superar obstáculos e resistir

iara jamra

desenho nanquim e gaúche inspirados nos grafismos indígenas

Kauê Christian Fidelis

A pandemia, mais do que nos ensinar a cuidar da nossa saúde e preservar a saúde do próximo, também nos ensinou a ter humildade. Quantas pessoas com seus diplomas, suas certificações e doutorados se viram obrigados a ficar em casa ou perderam seus empregos por terem que fechar suas empresas? Essas pessoas se viram dependendo da arte para não enlouquecer… Depender de outros profissionais para conseguir se alimentar. Vendo outros profissionais considerados essenciais e ele não.
Nenhuma profissão é menos válida.
Ninguém é menor que ninguém.

Egnaldo Correa santos

Feita em um portão próximo as escadarias selaron- RJ ,onde busco mostrar em uma expressão de naturalidade de um cachorro utilizando boné  para transparecer para os amantes desses animais o quanto é lindo e natural a amizade do homem e o cachorro.

Michael Devis

Alusão a cultura indígena do Brasil

Cidade Pintura: Porto Alegre – RS

Rafael Hiran

A agonia de um peixe do Rio, vivendo longe do mar