Artistas do Brasil® - Site Oficial
SM





Sacolas

B4U BAGS agora é CÁPRALÁ, uma empresa de desenvolvimento, criação e venda de Bolsas Retornáveis, também conhecidas como ECOBAGS.

Com o início das atividades em 2009, a CÁPRALÁ foi pioneira na distribuição de bolsas retornáveis em supermercados. Nossa missão era “reduzir ao máximo a quantidade de sacolas descartáveis”, fizemos isto com sucesso atingindo toda extensão nacional. Porém, foi em 2016, através de alguns desenhos pintados nos muros da cidade, na maior parte por gênios desconhecidos, que ocorreu a ideia de ceder as nossas sacolas como tela... SAIBA MAIS



“Transformando sacolas em telas de arte”

Artistas do Brasil® é uma coleção de ecobags da marca CAPRALÁ, que distribui sacolas em supermercados e atacados de todo Brasil. Ao longo do ano são produzidas milhões de sacolas, aonde o processo seletivo começa aqui.


Sacolas
SM

Trabalhos em destaque

Estudio Casulo

“Tropicalidades” é uma estampa criada digitalmente. Folhas dispostas num fundo de cor quente, nada mais tropical.

Moisés Góes

Permita-se

Cuidado com suas crenças ou as que lhe foram impostas

direta ou indiretamente

e te fazem evitar de

viver, poder, sentir, merecer, mudar.

Viva o presente-racional.

Entrega sem medo.

Doni 7

Cena de uma grande cidade

André Andrade Fernandes Santos

Esta Arte representa a minha identidade como Artista Plástico.

Uma técnica que demorei anos para desenvolver. Traço por cima de traço, até preencher a imagem por completo.

Paulo de Campos

Trabalho feito na juta com aplicação de flores e moedas decorativas e pintado com tinta acrílica .

Faz parte da série : Festas Populares,  que traz ícones das festas de várias regiões do Brasil.

Arthur Peixoto

O camaleão em dúvida é uma colagem digital que faz uma reflexão sobre a busca pela autenticidade do ” eu”. O camaleão é um personagem que está sempre em busca de algo, pois, por estar sempre em mudanças ele se perdeu em suas versões.

Milena

Adobe Photoshop com as misturas das cores.

Adriano

Minha inspiração foi uma artista brasileira que ousou tocar trombone em 1957. Gilda de Barros foi criticada por tocar um instrumento com o qual apenas os homens se destacavam no Brasil, mas seu talento era maior que o preconceito e Gilda conquistou seu lugar na orquestra, entre os trombonistas que eram famosos na época.

Negritoo

Um ensaio da minha visão sobre um futuro fictício em que ciborgues se assemelham ao ser humano e tomam consciência se misturando em nossa sociedade. E junto grafismos psicodélicos ajudam a compor a imagem.

Gusta Vicentini

Arte “Migração” – Representa as cores e movimentos em conjunto dos pássaros.

Técnica: Ilustração digital (photoshop).

Técnica mista: marcadores a base de álcool e aquarela.

Luciana G B Chagas

Minha personagem Galaxie.
Dando uma definição para essa cena, gosto de pensar que mesmo ela sendo poderosa, ela está orando pelo melhor.

Gabee Meyer

Arara Azul,besouro leopardo, borboleta rabo de andorinha, costela de adão e mamão

Mayra Adalith

Arte feita em aquarela e finalizada no digital, trata-se de um estudo de aplicação de cor aos diversos tons de pele, a peça de uma serie de pinturas que valoriza as mulheres e suas raízes, histórias e caminhos, além das mulheres, é um meio, desta artista demostrar o respeito por diversas culturas e tradições.

Leticia Abelha

Saíras fazem morada em meus pensamentos.
Pequenas jóias coloridas da mata que às vezes aparecem nos quintais brasileiros.

Raphael de Maio

Carpas em formação remetendo a equilíbrio, sabedoria. Ornando com o geométrico característico do artista.

SM