Artistas do Brasil® - Site Oficial
SM





Sacolas

B4U BAGS agora é CÁPRALÁ, uma empresa de desenvolvimento, criação e venda de Bolsas Retornáveis, também conhecidas como ECOBAGS.

Com o início das atividades em 2009, a CÁPRALÁ foi pioneira na distribuição de bolsas retornáveis em supermercados. Nossa missão era “reduzir ao máximo a quantidade de sacolas descartáveis”, fizemos isto com sucesso atingindo toda extensão nacional. Porém, foi em 2016, através de alguns desenhos pintados nos muros da cidade, na maior parte por gênios desconhecidos, que ocorreu a ideia de ceder as nossas sacolas como tela... SAIBA MAIS



“Transformando sacolas em telas de arte”

Artistas do Brasil® é uma coleção de ecobags da marca CAPRALÁ, que distribui sacolas em supermercados e atacados de todo Brasil. Ao longo do ano são produzidas milhões de sacolas, aonde o processo seletivo começa aqui.


Sacolas
SM

Trabalhos em destaque

Apá dos Santos

A arte foi inspirada nas elfas da mitologia nórdica e céltica, e nas mulheres que representam nossa história, nossa cultura e beleza.

Negritoo

Um ensaio da minha visão sobre um futuro fictício em que ciborgues se assemelham ao ser humano e tomam consciência se misturando em nossa sociedade. E junto grafismos psicodélicos ajudam a compor a imagem.

Dilson Ferreira Ramos

Mesmo trabalho talento à flor da Pele premiado em Viena na Áustria com técnica acrílica sobre tela na dimensão 50×50. Que esse poética se quer lembra que toda nossa negritude pode chegar onde deseja chegar. Onde essa negra retrata com torço da minha autoria se tem um símbolo da administração.

Ivan Cruz - Projeto Brincadeiras de Criança

Ivan Cruz, carioca de 1947 teve uma infância feliz, brincando nas ruas de Vigário Geral e Penha Circular. Mesmo atuando por anos como advogado, a arte sempre esteve presente em sua vida, até que as Artes Plásticas se tornaram sua principal atividade. Em 1990 começa a Série que intitulou como “Brincadeiras de Criança” retratando em telas cenas de sua infância. Em pouco tempo se tornou um projeto aonde a arte caminha junto à educação. Suas obras são estudadas na sala de aula através de livros didáticos publicados por mais de 50 editoras que publicam suas imagens em livros didáticos e paradidáticos. O tema que resgata as brincadeiras que brincou, hoje consideradas antigas, tornou-se importante em nossos dias quando a internet e distância as pessoas e as crianças ficam inertes diante de telas e não brincam mais.

Ivan usa cores vivas em seus quadros e pinta sempre o mesmo cenário. “Nos meus quadros, as ruas são de barro e as casas têm portas simples e telhados triangulares”, descreve. “São assim porque pinto as ruas de Vigário Geral, no subúrbio Rio de Janeiro, na época em que eu era criança e brincava por lá”.

Ele saiu do bidimensional (tela) e foi para o tridimensional criando esculturas em bronze no tamanho médio (25cm aproximado)e natural (1,25m aproximado) que estão em praças públicas da Região dos Lagos. Cria mini esculturas com aproximadamente 2cm em metal nobre e estanho pintados a mão.

Hoje Ivan Cruz tem uma nova paixão – Pintar sua infância em muros de escolas, praças, ONGs, casas pelo Mundo – São dois muros que ficaram na lista dos mais extensos o 1° com aproximadamente 100 metros na E.M. em Unamar /Cabo Frio / R.J. e o 2º em uma E.M em Santos / São Paulo  com 70 metros aproximados de extensão.

São mais de 600 quadros, 30 Esculturas em Tamanho Natural em Praças Públicas, 27 esculturas médias, 37 esculturas em miniaturas e Muros das Brincadeiras em todo Brasil –  com cerca de 100 brincadeiras diferentes.

Conheça mais sobre o nosso Projeto: – https://www.ivancruz.com.br  – https://www.instagram.com/ivancruzbrincadeirasdecrianca/  -22 988126168 (whatsapp)

Um forte abraço e vamos brincar?!

Equipe do Projeto Brincadeiras de Criança.

Maria Cecilia Arguello

Ilustração feita em técnica flat. ( Arte digital).

Fiz essa arte para expressar o primeiro dia de uma jornada meditativa de 21 dias de abundância.

claudinei dos santos moreira

Pintura feita em homenagem ao meu tio Romão que faleceu alguns anos com referência ao seu amor a sanfona.

Andrews alex Santos Lucas

Personagens criados como “seres estranhos” que são pessoas que vivem no subúrbio e no meu cotidiano, pessoas da quais à população classe alta se dizem estranhas, mas para nós estranho é ser diferente dos outros.

Georgenes de Mendonça

Amigos sentados à beira da Figueira, tomando café ao final de uma missão no Western

Camila Alves

com o característico azul celeste a artista, retrata a figura feminina retratando o mundo ao redor com uma câmera analógica.

Nany Somers

Óleo sobre tela – 70×50 cm. Minha coleção particular.

Will Cavalcante

Arte inspirada na natureza dos anfíbios e como eles são lindos em seus estágios, tando girino quanto adulto.

Alma Salgada

criamos esta arte em homenagem ao Rio de Janeiro, com muitas cores, que remetem a energia carioca.

Prado Neto

O carro dorme no tempo”. Poderia ser um romance de Mia Couto ou verso de Manoel de Barros, mas é só belo jargão de negociante de automóveis.

Raimundo Bida

Nessa obra retrato um casal de pássaros Uirapurú, que observa seu ninho em um posicionamento que expressa companheirismo e cuidado com suas crias.
Uma alusão a atenção que devemos ter com as espécies em extinção assim como essa, pois se trata de uma delas.

Acrílica sobre tela
100 x 80cm

Silvana Mattievich

Silvana Mattievich é designer e artista gráfica carioca. Desenvolve um trabalho de colagens digitais onde utiliza muitos elementos da natureza qual considera sua inesgotável fonte de inspiração.

André Andrade Fernandes Santos

Esta Arte representa a minha identidade como Artista Plástico.

Uma técnica que demorei anos para desenvolver. Traço por cima de traço, até preencher a imagem por completo.

Gusta Vicentini

Arte “Migração” – Representa as cores e movimentos em conjunto dos pássaros.

Técnica: Ilustração digital (photoshop).

Trancoso

Está obra tem a finalidade  de  retratar um novo momento de expansão de conhecimentos nas áreas de pouco acesso à cultura.

Técnica mista: marcadores a base de álcool e aquarela.

Luciana G B Chagas

Minha personagem Galaxie.
Dando uma definição para essa cena, gosto de pensar que mesmo ela sendo poderosa, ela está orando pelo melhor.

iara jamra

desenho feito para um fole der  de teatro infantil/ juvenil.

SM